top of page

Palmeiras se acerta com Chelsea e fica a detalhes de fechar venda de Estêvão por quase R$ 350 milhões

Entraves relacionados a metas foram superados, mas contrato ainda não está assinado. Com acordo, Verdão garante a presença do meia-atacante até o Mundial de Clubes em 2025



GE

Estêvão durante a chegada do Palmeiras a Ribeirão Preto (SP) — Foto: Cesar Greco



A negociação entre Palmeiras e Chelsea, da Inglaterra, por Estêvão está em sua reta final. Os clubes chegaram a um acerto nas cláusulas do negócio e agora discutem apenas os últimos termos no contrato para assinarem o acordo de venda pelo jogador de 17 anos de idade.


Entre valor fixo e bônus por metas, a negociação é de pouco mais de 60 milhões de euros, aproximando-se de R$ 350 milhões. O Verdão terá direito a 70% da quantia, enquanto o meia-atacante e sua família, os outros 30%.


As divergências referentes às cláusulas, especialmente pelos bônus, foram superadas. A fatia variável terá uma quantia menor a ser atingida no último ano de Estêvão no Palmeiras, e uma parte maior a depender do que o jogador desempenhar já no clube inglês.


A avaliação dos envolvidos no negócio é de que a maioria dos bônus são atingíveis, como foi no caso da venda de Endrick para o Real Madrid.


Estêvão só pode se transferir quando completar 18 anos de idade, em abril de 2025, mas o Verdão garantiu na negociação que ele participe do Mundial de Clubes, que será disputado entre junho e julho do ano que vem. O torneio deve ser sua despedida com a camisa alviverde.


O negócio só não é considerado totalmente fechado justamente pois ainda há pequenos ajustes em termos do contrato antes da última etapa, a assinatura. Ainda assim, há o entendimento nos envolvidos do negócio de que isto não deve atrapalhar a conclusão da transferência.


A multa rescisória do contrato com o Palmeiras é de 45 milhões de euros (R$ 250 milhões na cotação atual, para o Chelsea exercer este valor, o pagamento seria à vista.


A partir do momento que se discute o parcelamento, como no caso atual, abre-se a possibilidade de a negociação acontecer por mais. A concorrência também acaba inflacionando, pois outros grandes da Europa mostraram interesse em Estêvão, como Arsenal, Paris Saint-Germain e Barcelona.


Em alta, o camisa 41 deve ser titular na noite desta quinta-feira, quando o Palmeiras enfrenta o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto (SP), às 19h (de Brasília), pela terceira fase da Copa do Brasil. Com a vitória na ida por 2 a 1 (e com gol do garoto), o time de Abel Ferreira joga pelo empate para avançar.


8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page