top of page

Palmeiras ganha 3ª seguida, assume vice-liderança e pressiona Botafogo

Alviverde conquista 15ª vitória no Brasileirão, ultrapassa o Red Bull Bragantino e fica a seis pontos da liderança


Metrópoles


O Palmeiras conquistou uma importante vitória neste sábado (28/10) para colocar um pouco de pressão sobre o Botafogo. O triunfo diante do Bahia por 1 x 0, gol de Raphael Veiga, no Allianz Parque, em São Paulo, reduziu para seis pontos o espaço entre o novo segundo colocado (53) e o líder do Campeonato Brasileiro (59).


Claro que o Alvinegro ainda tem dois jogos por disputar em relação ao time do técnico Abel Ferreira, mas eles se enfrentam na quarta-feira, no Rio, em confronto direto.


A vitória sobre o Bahia foi a terceira consecutiva do Palmeiras no Brasileirão. A última vez que isso aconteceu foi em agosto, quando venceu Cruzeiro, Cuiabá e Vasco.


A sequência positiva desta vez, que tem um implacável 5 x 0 sobre o rival São Paulo, fortalece o Alviverde no objetivo de tirar das mãos do Botafogo um título que parece certo e comemorar o bicampeonato.


A estratégia do Bahia prevaleceu durante boa parte do primeiro tempo. Rogério Ceni trocou sete peças em relação ao jogo com o Cruzeiro para ter uma equipe capaz de atuar com mais intensidade e segurar o Palmeiras. A formação com uma linha defensiva formada por cinco jogadores limitava o espaço da equipe do técnico Abel Ferreira.


Mas o Palmeiras é um time que tem paciência para entender o que é necessário para furar o bloqueio e qualquer vacilo do adversário costuma ser fatal. Não à toa, mesmo sem incomodar muito o Bahia, foi para o intervalo com 1 a 0 no placar. Endrick disparou pela direita, sofreu falta na entrada da área, mas o árbitro deu vantagem para Raphael Veiga, que acertou um belo chute rasteiro, no contrapé do goleiro Marcos Felipe.


Com vantagem, o Palmeiras fez o que mais sabe no segundo tempo: controlar o jogo. Sem forçar muito o ritmo, o time de Abel Ferreira criou algumas chances para ampliar o placar. O 1 a 0 ficou barato graças ao goleiro Marcos Felipe. O Bahia, de Rogério Ceni, pouco assustou Weverton, que saiu de campo com o uniforme praticamente limpo.


1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page