top of page

Palmeiras começa mercado de olho em novo meio-campo, com três reforços e duas saídas

Globo Esporte


O meio-campo tem sido o setor que movimenta o mercado do Palmeiras neste início de período de transferências. O volante Aníbal Moreno já foi anunciado, o clube negocia por Caio Alexandre e Cauly e ao mesmo tempo prepara duas saídas.

Uma já é certa: Jailson não renovará seu contrato, que acaba dia 31 de dezembro. Com 46 jogos e um gol pelo Verdão, ele não teve grande desempenho na temporada e terminou como uma das últimas opções no setor. Foram 26 jogos no ano e apenas sete como titular.

O camisa 30, que perdeu boa parte da temporada passada por uma cirurgia no joelho, já tem propostas de times tanto do Brasil quanto do exterior e deve definir seu futuro nos próximos dias.

Outro atleta que deve deixar o Palmeiras é Atuesta. Assim como Jailson, ele foi contratado no ano passado e teve de passar por cirurgia no joelho.

O problema ocorrido em abril o tirou de combate durante boa parte da temporada. Foram apenas sete partidas em 2023, sendo duas como titular. Ele entrou nos minutos finais contra o Cruzeiro, após nove meses fora de combate.

Adquirido do Los Angeles FC, dos Estados Unidos, por cerca de R$ 20 milhões, o meio-campista colombiano tinha muita expectativa, mas não brilhou até agora. Embora tenha contrato por mais três anos, ele não deve ter espaço na próxima temporada e já conversa com times da liga norte-americana.

Caso Atuesta também deixe o Palmeiras, Abel Ferreira terá como opções o reforço Aníbal Moreno, Fabinho, Gabriel Menino (que se recupera de cirurgia no tornozelo), Richard Ríos, Zé Rafael e Raphael Veiga.


E como estão as conversas por reforços?


Depois de contratar Aníbal Moreno do Racing, da Argentina, o Verdão está em conversas com o Fortaleza e Bahia, por Caio Alexandre e Cauly, respectivamente.

No primeiro caso, as tratativas ocorrem há mais de um mês, mas não há um acordo entre os clubes. Caio estava emprestado ao Fortaleza, e o clube está pagando R$ 12 milhões de forma parcelada para adquiri-lo do Vancouver Whitecaps, do Canadá, enquanto aguarda uma oferta formal do Palmeiras.

A negociação com o Palmeiras ocorre paralelamente, e o estafe do jogador ainda não foi comunicado de acerto, algo que se esperava na última semana. Caio Alexandre é visto como um volante que tem boa chegada ao ataque.

Já por Cauly, o Verdão entrou nas tratativas com mais força e sinalizou oferecer 4,5 milhões de euros (quase R$ 24 milhões), mas o Bahia quer mais. O meia brilhou apesar da campanha ruim do time tricolor, que se livrou do rebaixamento na rodada final.

O clube de Salvador, inclusive, apontou aos representantes do atleta durante a Série A que pretende usar uma cláusula para ampliar o contrato por mais uma temporada, até 2027.

0 visualização0 comentário
bottom of page