top of page

Paciente é presa após ameaçar médica e enfermeira de morte em unidade de saúde de Anápolis

Segundo a polícia, as ameaças começaram quando a mulher foi atendida na unidade de saúde. Na delegacia, a suspeita alegou que não se lembrava do ocorrido.


G1-Goiás

Mulher é presa suspeita de ameaçar equipe médica de UPA de Anápolis de morte, em Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Militar


Uma mulher de 54 anos foi presa na manhã deste domingo (18) após ameaçar uma médica e uma enfermeira de morte, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, o caso aconteceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Alair Mafra de Andrade, no Bairro Vila Esperança.


Como a identidade da mulher não foi divulgada, o g1 não conseguiu localizar a defesa dela para solicitar um posicionamento sobre o caso. Em nota, a Secretaria de Saúde do município informou que a mulher proferiu "palavras ofensivas e agressivas" contra a equipe assistencial da unidade e que ainda tentou agredir fisicamente os membros da equipe.


"Não houve possibilidade de resolução do conflito sem a devida ação policial junto à unidade, dado o estado de alteração em que a paciente se encontrava", escreveu a secretaria.

Segundo a delegada Carla Portes, as ameaças começaram quando a mulher foi atendida na unidade de saúde.

"Ela começou a ficar muito alterada e a xingar a médica e a enfermeira. Disse que sabia o endereço [delas], que tinha o CPF e que ia matá-las", detalhou a delegada.


Ainda segundo a delegada, a suspeita é que a mulher estivesse embriagada. Na delegacia, a suspeita alegou à polícia que não se lembrava do ocorrido.


A polícia ainda informou que no caminho para a Central de Flagrantes, a mulher danificou a viatura em que foi colocada. Ela está presa, deve responder pelos crimes de desacato, ameaça e dano ao patrimônio público e se encontra à disposição da Justiça de Goiás.

71 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page