top of page

Orlando City x Flamengo: horário e escalações

Veja também desfalques, arbitragem e outras informações do amistoso nos Estados Unidos




GE

Inter&Co Stadium, casa do Orlando City — Foto: Divulgação / Orlando City



O Flamengo está de passagem nos Estados Unidos para internacionalizar a marca e, de quebra, acaba ficando mais perto dos rubro-negros que são residentes no país. Os dias na Flórida, local da pré-temporada, são marcados por festa vermelha e preta, muito carinho e um clima de saudade. E promessa de muito apoio e festa às 16h (de Brasília) deste sábado, em amistoso contra o Orlando City.


Mais de sete mil quilômetros separam Orlando do Rio de Janeiro e mesmo com a distância o Flamengo pôde se sentir em casa nos últimos dias. Torcedores de diferentes partes do país seguiram para a Costa Leste americana para acompanhar de perto essa passagem rubro-negra.


Eduardo Cosendey mora há 27 anos nos Estados Unidos e é um dos rubro-negros que se movimentou para estar presente no Inter&Co Stadium contra o Orlando City - por conta da logística não conseguiu comparecer ao amistoso contra o Philadelphia Union no último domingo.


Eduardo saiu de Boston na quarta-feira em uma van vermelha e preta com o escudo do clube e placa com o nome do maior ídolo da torcida: Zico. Foram mais dois mil quilômetros e dois dias de viagem para acompanhar o clube de coração.


Junto dele, um grupo de mais ou menos 400 pessoas que se dividiu entre estradas e voos. Para estar perto, Eduardo atravessou a Costa Leste, mas no dia a dia em Boston reúne os rubro-negros para a transmissão dos jogos. O evento já chegou a ter mil torcedores do Flamengo.


Desde o primeiro dia nos EUA, o Flamengo teve contato com seus torcedores. Contra o Philadelphia Union domingo passado, foram mais de sete mil presentes no Al Lang Stadium. No treino aberto da última quinta-feira, mais de mil ingressos foram vendidos. Além, claro, do carinho na chegada e saída do CT onde o clube realiza o treinamento. Todos os dias grupos pequenos aguardam no local.


O Flamengo movimentou várias partes do país, mas é em Orlando mesmo a maior presença de rubro-negros. Não à toa foi o local escolhido pela diretoria para o pontapé no projeto de internacionalização e expansão. Morador dos EUA há 32 anos, Peter é um dos torcedores locais que mobiliza os moradores da cidade para acompanhar o Rubro-Negro.


- No passado era muito longe (para acompanhar o Flamengo), só que agora com internet a gente consegue fazer parte. Aí que veio a ideia da Fla USA Orlando, vira um mini Maracanã. Tem jogos que num bar pequeno sai gol do Mengão e você não tem ideia. É uma coisa maravilhosa, uma felicidade enorme ter o Flamengo aqui. E a gente quer fazer uma festa para mostrar para eles quem somos nós. Estamos trabalhando para ter um estádio que vai emocionar muita gente - comentou.


O jogo contra o Orlando promete mais de 25 mil pessoas no estádio. Será o maior público rubro-negro em um jogo nos Estados Unidos. Após a partida, o Flamengo ainda terá mais três dias no país para o torcedor matar a saudade: a delegação só retorna ao Brasil na próxima terça-feira.


8 visualizações0 comentário
bottom of page