top of page

Organizada protesta em treino do Cruzeiro e ameaça jogadores

Além da manifestação na Toca, integrantes de torcida também divulgam nota em que ameaçam atletas e famílias; time celeste briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro


GE

Integrantes de organizada cobram jogadores na Toca da Raposa — Foto: Reprodução



Nesta quinta-feira, uma organizada do Cruzeiro protestou e ameaçou jogadores em frente à Toca da Raposa, no início da manhã e ao longo da tarde, dois dias antes do confronto diante do Coritiba, no Paraná, pelo Brasileirão. Os manifestantes cobram reação do time mineiro, que figura na zona do rebaixamento e não consegue manter uma regularidade no campeonato.


No vídeo que circula nas redes sociais, o grupo presente na Toca cerca o carro de alguns jogadores, como Matheus Pereira, Neris, Lucas Oliveira e Wesley, e manifestam a indignação com as duas derrotas seguidas para o Inter e Bahia, além de "exigirem" uma vitória no próximo sábado.


"Se a gente perder, o bagulho vai ficar louco", "se não tem qualidade, vai na raça" e "se vocês voltarem com um empate, isso aqui vai virar um inferno", foram algumas das manifestações feitas pela organizada.


Além do protesto na Toca, a organizada fez uma postagem nas redes sociais em que ameaça não só a integridade dos jogadores, como também a família.


"A cobrança agora será pessoal... Não tem essa de protesto em porta de CT, vamos cobrar na porta de casa, na saída do filho na escola, no passeio no shopping ou restaurante, a cada um que em campo não honrar as cores do Cruzeiro Esporte Clube em campo." - compartilhou a organizada.


Neste sábado, às 16 horas (de Brasília), o Cruzeiro enfrenta o Coritiba, vice-lanterna do Brasileiro. Só uma vitória interessa o time de Zé Ricardo, que soma 37 pontos e mantém a mesma pontuação que o Vasco, primeiro time fora do Z-4. Se o Goiás vencer o Santos nesta quinta, joga o Cruzeiro para 18° colocado.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page