top of page

Operação recupera caminhonete de luxo roubada durante sequestro-relâmpago de cantor sertanejo

Polícia já tinha prendido quatro homens suspeitos de participar do sequestro e do roubo. Eles usavam uniformes e distintivos de policiais no momento do crime.


G1-Goiás

Cantor Dan Lellis e o momento em que ele foi alvo de um sequestro-relâmpago durante assalto em Aparecida de Goiânia, em Goiás — Foto: Reprodução/Redes Sociais e Divulgação/Polícia Civil



Uma operação realizada nesta quarta-feira (11) recuperou a caminhonete de luxo que foi roubada durante o sequestro-relâmpago do cantor sertanejo Danilo Oliveira Lellis, conhecido no meio artístico como Dan Lellis. A polícia já tinha prendido quatro homens suspeitos de participar do sequestro e do roubo, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana de Goiânia.


Segundo a Polícia Civil, o veículo foi localizado na cidade de Confresa, no Mato Grosso. Os suspeitos já respondem pelos crimes de associação criminosa, roubo majorado e extorsão qualificada pela restrição da liberdade. As penas podem chegar até 31 anos de reclusão.


O crime aconteceu em 27 de agosto deste ano. A investigação apontou que dois dos suspeitos usavam uniformes e distintivos de policiais no momento do crime, quando ameaçaram o cantor com arma de fogo. A vítima foi coagida a transferir o valor de R$ 15 mil via PIX aos suspeitos. Após a transferência, a caminhonete de luxo do cantor também foi roubada.


O artista tem 1,1 milhão de seguidores em seu perfil em uma rede social. O cantor se autointitula como "pai do trapnejo", gênero musical que mistura hip hop com sertanejo universitário.


Dan Lellis divulga clipes de músicas e parcerias gravadas com cantores famosos, como João Bosco e Gabriel, Lucas Lucco e Hungria. Uma das músicas famosas do cantor tem mais de 132 milhões de visualizações na internet.


Em 2020, o cantor foi preso suspeito de tráfico de drogas após ser flagrado com drogas, dinheiro e uma lista com nomes de supostos clientes, segundo informou a Polícia Civil na época. Ele foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-60, em Alexânia, no Entorno do Distrito Federal, enquanto dirigia um carro de luxo. Dan Lellis foi solto dois dias depois da prisão, no mesmo dia em que Justiça determinou que ele fosse colocado em liberdade.

115 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page