top of page

Operação prende três suspeitos de participar do assassinato de pai e filha de 2 anos

Prisões aconteceram em Goiás, já o crime foi em Mato Grosso. Também foram aprendidos carro de luxo e celulares.




G1-Goiás

Operação cumpre mandados de prisão contra suspeitos de matar pai e filha de 2 anos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera



A Polícia Civil prendeu três suspeitos de participar do assassinato de pai e filha de 2 anos, em Goiânia, nesta terça-feira (2). A investigação apura um núcleo de traficantes goianos responsáveis por matar as duas vítimas em Barra do Garças, no Mato Grosso, no dia 9 de fevereiro. Também foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e quatro de quebra de sigilo telefónico.


A operação está sendo feito em Goiás, Mato Grosso e Rio de Janeiro. Segundo o delegado Rhaniel Almeida, da Polícia Civil, foram apreendidos celulares e veículos, sendo um deles um carro de luxo. Três pessoas foram presas suspeitas de participar do crime e um suspeito continua foragido.


Entenda o caso


João Vitor Menez Soares, de 22 anos, e sua filha de 2 anos foram mortos a tiros depois que dois homens invadiram sua casa e dispararam vários tiros contra a família em Barra do Garças, no Mato Grosso, no dia 9 de fevereiro. A mãe da criança e companheira de João também foi baleada, mas sobreviveu.


Segundo a Polícia Militar, a mulher contou que os três estavam em casa quando foram surpreendidos pelos suspeitos. Após o crime, a dupla fugiu do local.


João Vitor foi encontrado morto quando os policiais chegaram. A criança foi levada pela mãe, com a ajuda de uma vizinha, até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas já estava morta quando chegou, segundo a polícia.


A polícia informou que João Vitor tinha antecedentes criminais e era foragido da Justiça. Segundo relatos da companheira, a família havia se mudado de Goiânia (GO) para Barra do Garças cerca de seis meses atrás.


Na cena do crime, foram encontrados três celulares sujos de sangue e duas porções de maconha.



319 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page