top of page

Operação prende sete suspeitos de furtar 11 veículos de locadora

Dois homens estão foragidos. Um suspeito foi morto em confronto com PM.


G1-Goiás

Sete pessoas estão entre os presos que são suspeitos de furtar 11 veículos de uma locadora, em Goiânia, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil



Sete pessoas estão entre os presos que são suspeitos de furtar 11 veículos de uma locadora, em Goiânia, segundo a Polícia Civil. Outros dois homens estão foragidos e um suspeito foi morto em confronto com a Polícia Militar. Um vídeo mostra o grupo levando caminhonetes furtadas. Seis carros já foram recuperados pela polícia, mas cinco caminhonetes seguem sendo procuradas.


O crime começou na noite de sábado (11), por volta de 19h, e terminou no domingo (12), por volta de 3h30. Um dos responsáveis pelo galpão da locadora só ficou sabendo dos furtos quando chegou ao local, por volta de 9h.


Inicialmente, a locadora havia informado à Polícia Militar que foram 19 carros furtados. No entanto, após recontagem, verificou-se que foram 11 veículos. Destes, a Polícia Militar já conseguiu recuperar seis e ainda procura por cinco caminhonetes, que não foram localizadas até às 17h desta sexta-feira (17).


Após o crime, a Polícia Militar, em ação conjunta com a Polícia Civil, começou as buscas pelos carros e os suspeitos e, no domingo, conseguiu prender três homens. Um quarto suspeito morreu em confronto com os militares na madrugada de segunda-feira (13). Nesta sexta-feira, a PM informou sobre a prisão de mais uma mulher suspeita de participação no crime.


Nove mandados de prisão

Segundo a delegada Rafaella Azzi, da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), durante as investigações, a Polícia Civil identificou, ao todo, a participação de nove pessoas no crime e conseguiu na Justiça a expedição de mandados de prisão contra eles por furto.


Destes nove, sete foram presos nesta sexta-feira, contando com a mulher, que a PM já tinha divulgado a prisão dela. As prisões aconteceram em Goiânia e na Região Metropolitana da capital. Dois suspeitos, sendo um deles o chefe do grupo, ainda estão foragidos. A Polícia Civil divulgou que os nomes dos foragidos são: Flávio Oliveira da Silva e Matheus Fernando Mendes.

“A investigação começou no domingo e três pessoas foram presas, conduzidas pela PM. Com o avançar das investigações e o trabalho do Instituto de Identificação e Polícia Técnico-Científica, apuramos que outras pessoas tinham envolvimento nesse crime”, afirmou a delegada.

A PC explicou que, dentre os três presos do fim de semana, dois tinham sido soltos em audiência de custódia. No entanto, a dupla voltou a ser presa nesta sexta-feira, durante o cumprimento dos mandados. O terceiro preso tinha continuado detido, mesmo após audiência, e o mandado de prisão foi cumprido pelos policiais na própria prisão.

101 visualizações0 comentário
bottom of page