top of page

Operação explode embarcações usadas para garimpo ilegal em Goiás

Garimpos estavam localizados em áreas de difícil acesso


Mais Goiás

Polícia Federal e Ibama destroem garimpo ilegal, em Goiás (Foto: Divulgação/Polícia Federal)


A Polícia Federal explodiu três embarcações usadas para garimpo ilegal nas cidades de Monte Alegre de Goiás e Cavalcante, localizadas na região nordeste de Goiás. De acordo com a corporação, a Operação “Kondé” ocorreu entre os dias 26 e 28 de outubro.


Conforme a delegacia de Meio Ambiente e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a operação tinha o objetivo de identificar e interromper práticas de mineração ilegal, assim como danos ambientais em terras de quilombos.


Diego Guimarães, analista ambiental do Ibama, disse que cerca de três garimpos ilegais foram destruídos, além de equipamentos utilizados na prática ilícita. Segundo o analista, os garimpos estavam localizados em áreas de difícil acesso.


“A destruição é uma medida extrema, porém ela é necessária, uma vez que essas dragas estavam localizadas em locais de difícil acesso e demandariam uma logística muito complexa e cara”, ressaltou Guimarães.


Segundo a Polícia Federal, os territórios invadidos pelos garimpeiros ilegais ficam nas terras dos povos quilombola Kalunga e São Domingos. As áreas são protegidas por lei no entorno do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.


A corporação informou que os materiais que restaram no local serão analisados para confirmar a materialidade dos crimes. Até o momento ninguém foi preso, mas a Polícia Federal garantiu que novas ações serão realizadas na região.

14 visualizações0 comentário
bottom of page