top of page

Operação cumpre 37 mandados de busca e apreensão e bloqueia bens avaliados em mais de R$ 6 milhões

Mandados da Operação Custo Máximo estão sendo cumpridos em Goiás, no Distrito Federal e no Rio Grande do Sul. Também são cumpridos pedidos de afastamento de função pública.


G1-Goiás

Operação cumpre 37 mandados contra grupo suspeito fraudar licitações — Foto: Divulgação/PCGO


Uma operação cumpre na manhã desta terça-feira (14) mandados de busca e apreensão e bloqueia bens avaliados em cerca de R$ 6,4 milhões de um grupo suspeito de fraudar licitações.


Os mandados da Operação Custo Máximo estão sendo cumpridos em Goiás, no Distrito Federal e no Rio Grande do Sul. Além das buscas e apreensões, os investigadores cumprem pedidos de afastamento de função pública e de proibição de contratar com o poder público.


Segundo a Polícia Civil, além das fraudes em licitações, também são apurados crimes de associação criminosa. As equipes ressaltaram que mais informações sobre a operação serão divulgadas em coletiva, às 11h desta terça-feira.


Os nomes dos investigados não foram divulgados.



26 visualizações0 comentário
bottom of page