top of page

Operação contra suspeitos de desviar R$ 1,5 milhão de banco cumpre mandados em Goiás

G1


A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cumpriu, nesta quinta-feira (6), três mandados de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão contra um gerente de banco e outros dois suspeitos de envolvimento no desvio de R$ 1,5 milhão de uma instituição financeira. Alguns desses mandados foram cumpridos nos municípios goianos de Anápolis e Santo Antônio do Descoberto. Os demais foram no DF (Taguatinga, Águas Claras, Vicente Pires e Brasília).

A polícia tomou conhecimento do desvio no fim do ano passado. Ao Correio Braziliense, o delegado Tiago Carvalho disse que esse gerente pegou a matrícula de outro gerente e realizou oito transferências, totalizando R$1,5 milhão de uma pessoa jurídica que mantinha a conta naquela instituição bancária. “Ele pegou essa senha, fez essas transferências e enviou esses valores não só pra ele, mas para outras pessoas jurídicas também”, afirma.

banco em que o desvio aconteceu fica no Núcleo Bandeirante, no DF. O delito ocorreu entre agosto e novembro do ano passado. “Todos esses indivíduos foram alvos dessa operação. Tanto quem subtraiu quanto quem recebeu o dinheiro”, explica o delegado.

Os mandados de busca resultaram na apreensão de quatro veículos adquiridos com o dinheiro auferido no desvio, além de 13 mil dólares em espécie e uma máquina de contar cédulas. “A máquina corrobora com a linha investigativa de lavagem de capitais”, comenta Carvalho.

Houve também o bloqueio judicial de R$4,6 milhões vinculados a todos os investigados. “É bom que se diga que o prejuízo da investigação é de R$1,5 milhão, mas esse valor do bloqueio supera, considerando que não é possível saber o que nós vamos encontrar em cada conta”, diz o delegado.

28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page