top of page

MP investiga grilagem de áreas públicas e privadas com conivência de servidores em Formosa

Mais Goiás


O Ministério Público cumpre, nesta segunda-feira (10), 11 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva contra investigados de crimes de esbulho (grilagem) de áreas públicas e privadas, corrupção, falsidade ideológica, uso de documento falso e associação criminosa, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

A investigação aponta para a existência de uma quadrilha voltada para a prática de invasão de lotes públicos e privados no município de Formosa, produção e uso de documentos ideologicamente falsos e corrupção de agentes públicos, que contava com o envolvimento direto de empresários, cartorário, corretor e advogados.

Os mandados estão sendo cumpridos em escritório e residência de empresários do ramo imobiliário; de empresas imobiliárias; advogados; no escritório e residência do ex-registrador de imóveis de Niquelândia e no escritório e gabinete da procuradoria jurídica do município.

O Ministério Público ainda investiga a participação de ex-vereadores da comissão fundiária da Câmara Municipal de Formosa.

26 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page