top of page

MP apura denúncia de que covas de cemitério têm cadáveres retirados para serem vendidas, em Caldas N

Órgão registrou uma notícia de fato para apurar as possíveis irregularidades no Cemitério São Jorge. Prefeitura exonerou servidores após suspeita.


G1-Goiás

Covas no Cemitério São Jorge, em Caldas Novas — Foto: Reprodução/Redes sociais


O Ministério Público (MP) registrou uma notícia de fato para investigar irregularidades no Cemitério São Jorge, administrado pela Prefeitura de Caldas Novas, no sul goiano. A investigação, conforme o órgão, apura por meio da 5ª Promotoria de Justiça da cidade, crimes que envolvem a remoção de cadáveres de covas para que os espaços sejam revendidos de forma ilegal.


Em nota, a Prefeitura de Caldas Novas informou que colabora com a investigação e que alguns servidores foram exonerados, além de ter instaurado uma sindicância interna para apurar a situação.


O órgão informou que foram requisitadas informações à prefeitura, mas os questionamentos ainda não foram enviados pelo município. A cidade, porém, ainda está dentro do para prestar os esclarecimentos.


Conforme o MP, o promotor de justiça responsável pela apuração irá “definir eventuais providências a serem tomadas”, a partir das informações que serão encaminhadas pela prefeitura, visto que “a apuração está no início”. A notícia de fato foi registrada na última segunda-feira (24). O caso é investigado pela Polícia Civil (PC).

53 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page