top of page

Morre grávida que foi esfaqueada 20 vezes pela ex do namorado, diz polícia

Crime aconteceu no dia 5 de agosto, em Inhumas. Vanessa Nunes da Silva, de 29 anos, que estava grávida e perdeu o bebê, ficou quase um mês internada.


G1-Goiás

Vanessa Nunes da Silva, de 29 anos, estava internada após ser esfaqueada pela ex do namorado — Foto: Divulgação/Polícia Civil


Vanessa Nunes da Silva, de 29 anos, que estava grávida e perdeu o bebê após ser esfaqueada pela ex do namorado dela, morreu depois de quase um mês internada. O crime aconteceu no dia 5 de agosto, em Inhumas, na Região Metropolitana de Goiânia, e a suspeita foi presa no dia 12, em Taquaral de Goiás.


Segundo o delegado que investigou o caso, Miguel Mota, a mulher foi indiciada por tentativa de homicídio, porém será alterada para homicídio.


Vanessa estava internada no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

Relembre o caso

A unidade informou que a vítima morreu no dia 1º de setembro. Ela deu entrada no hospital após levar 20 facadas da ex do namorado dela, segundo a polícia. Na época do crime, o delegado afirmou que a mulher tentou matar Vanessa por ter ciúmes dela com o ex e por saber que ela esperava um filho dele.


“A vítima não fez absolutamente nada com a autora, nem com os filhos dela. A desculpa dela para tentar matar a vítima foi que o ex estava sem dinheiro por culpa da vítima e na mente dela isso estava prejudicando os filhos, mas a vítima não fez nada com ele e nem teve contato", afirma o investigador.

Ameaças

O delegado contou ainda que o crime foi premeditado e que a acusada disse para diversas testemunhas o que e como faria o crime. Em um áudio, a indiciada ameaçou Vanessa e afirmou que cometeria o crime contra a atual do ex: 'Vou te picar toda na faca'


Segundo a investigação da Polícia Civil, a acusada foi até a casa da vítima e a esfaqueou em frente a testemunhas, que tentaram impedir o crime. Os relatos da investigação apontam que a vítima, que esperava um prestador de serviço, abriu o portão e foi surpreendida pela ex do companheiro.


Após abrir o portão, a mulher começou a ser esfaqueada pela suspeita e testemunhas presenciaram o crime e até tentaram impedir, mas foram ameaçadas pela mulher. Os golpes só terminaram depois que a mulher desferiu cerca de 20 facadas na vítima.

177 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page