top of page

Ministério Público de Goiás investiga falta de transporte para pacientes em Caçu

Promotoria de Justiça instaura procedimento para apurar a escassez de veículos para locomoção de pacientes eletivos e de urgência na cidade


Olha Goiás



O Ministério Público de Goiás (MPGO) iniciou um procedimento administrativo para investigar a falta de transporte público destinado à locomoção de pacientes que necessitam de tratamento em outras localidades.


A promotora de Justiça Sílvia Maria Apostólico Alves Reis, titular da comarca de Caçu, recebeu informações indicando que a Secretaria Municipal de Saúde dispõe atualmente de apenas uma ambulância para atender a população local.

De acordo com o MPGO outros veículos da administração estariam inoperantes devido a irregularidades ou problemas mecânicos, incluindo uma ambulância alugada que estaria em manutenção.


O procedimento administrativo foi instaurado com o intuito de monitorar e fiscalizar as políticas públicas adotadas pelo Poder Executivo municipal em relação ao transporte de pacientes de saúde em Caçu. A promotora determinou diligências para a coleta de informações e depoimentos relacionados ao caso.

A Secretaria de Saúde de Caçu foi solicitada a fornecer informações sobre um ônibus que anteriormente transportava pacientes para tratamento e foi apreendido pela Polícia Federal por infrações como transporte de cargas sem notas fiscais e outras irregularidades. Com base nas informações coletadas, a promotora avaliará, de acordo com a legislação pertinente, as medidas apropriadas a serem adotadas no caso.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page