top of page

Marcelo Teixeira é eleito presidente do Santos

Cartola foi o escolhido dos sócios para comandar o Peixe no próximo triênio e terá como principal missão recolocar o clube na Série A do Brasileirão




GE

Fernando Bonavides, vice-presidente eleito do Santos, e Marcelo Teixeira, presidente eleito do Santos — Foto: Yago Rudá



Pela terceira vez na história, Marcelo Teixeira será o presidente do Santos.


Neste sábado, em uma eleição marcada pela tensão e pela violência de torcedores organizados, Teixeira foi eleito ao cargo com 53% dos votos válidos e derrotou seus quatro concorrentes ao cargo. O dirigente terá o advogado Fernando Bonavides como vice.


Teixeira recebeu 4.762 mil votos - sendo 1.270 nas urnas físicas dispostas no Ginásio Athiê Jorge Cury e no salão de mármore da Vila Belmiro, e outros 3.492 mil votos on-line.


Por ter sido a única chapa com mais de 20% dos votos, o grupo de Teixeira terá 100% das cadeiras do Conselho Deliberativo.


– Agradecer a confiança do associado. O que hoje deveria ser uma festa da democracia, o momento não é tão propício porque não estamos tão felizes com este ano. Mas, de qualquer maneira, as urnas são soberanas e os votos muito expressivos demonstram a confiança no nosso trabalho e nosso projeto. Diante disso, terminada as eleições, queremos que o Santos seja único, que todos estejam unidos para que estejamos trabalhando, a partir de janeiro de 2024, para que tenhamos a chance e oportunidade de recolocar o Santos no seu devido patamar – discursou o novo presidente


Veja o resultado das eleições presidenciais do Santos:


  1. Marcelo Teixeira - 4.762 votos

  2. Maurício Maruca - 1.378 votos

  3. Rodrigo Marino - 1.073 votos

  4. Ricardo Agostinho - 1.011 votos

  5. Wladimir Mattos - 562 votos


Durante a votação presencial na Vila Belmiro, torcedores organizados bateram boca com Celso Jatene - atual presidente do Conselho Deliberativo - e instantes depois tentaram invadir o Ginásio Athiê Jorge Cury. O Batalhão de Choque da Polícia Militar foi acionado para conter a violência, disparou tiros de bala de borracha e uma pessoa foi detida.


Os desafios do novo presidente


O novo presidente ocupará o cargo de 2024 a 2026 e terá como principais missões recolocar o Santos na Série A do Campeonato Brasileiro e reorganizar as finanças do clube, que sofrerá uma significativa redução de receita com a queda de divisão e a não classificação para a Copa do Brasil do ano que vem.


Teixeira assume o cargo no dia 1º de janeiro, porém inicia a transição de poder com o atual presidente Andres Rueda a partir da próxima segunda-feira.


Os primeiros atos de gestão devem ser concentrados na diminuição do elenco e a folha salarial - estimada em R$ 11 milhões mensais - e a busca por um novo treinador.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page