top of page

Lucas do Vale apresenta projeto para incluir manobra de desengasgo de bebês em pré e pós-natal

Adoção de procedimento evita a morte de recém-nascidos


Mais Goiás

Lucas do Vale: evitar mortes de bebês (foto Luca Barrossi)


O deputado estadual Lucas do Vale (MDB) apresentou projeto na Assembleia Legislativa que visa implementar a capacitação da Manobra de Heimlich no acompanhamento pré e pós-natal de gestantes. Segundo o parlamentar, que também é médico, a orientação e treinamento a respeito dessa técnica de desobstrução das vias aéreas é fundamental para aprimorar a qualidade de atendimento na rede pública e privada, evitando a morte de bebês em casos de engasgo.


Lucas embasou a apresentação do projeto de lei através de estatísticas da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), que estima que 15 bebês morreram engasgados por dia em 2022. “Esta iniciativa visa garantir a segurança e bem-estar das gestantes e seus futuros bebês, oferecendo-lhes a preparação necessária para lidar com situações de emergência, como engasgos e aspiração de objetos estranhos”, destaca.

O parlamentar ainda chama a atenção da importância da gestante e familiares aprenderem a executar a manobra em caso de emergência. “Assim sendo, a aprovação deste projeto de lei é de suma importância para aprimorar a qualidade do atendimento pré-natal, capacitando as gestantes e suas famílias a agirem de forma segura e eficiente em casos de emergência, garantindo um início de vida saudável para os recém-nascidos e fortalecendo os laços de cuidado e prevenção no âmbito da saúde materna e infantil”.



6 visualizações0 comentário
bottom of page