top of page

Lista preliminar dos classificados no ProBem é disponibilizada pela OVG

Prazo para recursos se encerra em 1º de fevereiro e resultado final será divulgado em 6 de fevereiro




Olha Goiás




A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) divulgou a lista preliminar dos candidatos classificados no processo seletivo do Programa Universitário do Bem (ProBem). A relação está disponível no site da OVG, e os candidatos têm até o dia 1º de fevereiro para interpor recursos. O resultado final da seleção será publicado em 6 de fevereiro.


O Governo de Goiás, através do Goiás Social e da OVG, oferece um total de quatro mil bolsas de estudo para o ensino superior, sendo mil integrais e três mil parciais. Essas bolsas são destinadas a estudantes em situação de vulnerabilidade social, desde que estejam com registro ativo e atualizado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).


A presidente de honra da OVG e coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado, ressalta a importância do ensino superior para a transformação de vida dos estudantes e suas famílias. "Minha maior alegria é ver quantas portas se abrem a esses bolsistas com a ajuda do governo Caiado", destaca.


Para usufruir do benefício, é essencial que o estudante esteja com matrícula ativa. A comprovação da regularidade será realizada pelas Instituições de Ensino Superior (IES) por meio do sistema informatizado do ProBem até o dia 29 de fevereiro.


Caso a matrícula não seja confirmada pela IES até a data mencionada, o estudante perderá o direito ao benefício, e a bolsa será destinada aos próximos classificados, conforme prevê o edital.


Em caso de dúvidas, os estudantes podem entrar em contato com a Central de Relacionamento do ProBem pelos telefones (62) 3270-8500 (região Metropolitana), 0800 062 9413 (interior) ou pelo WhatsApp (62) 99641-6090. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.


O ProBem oferece bolsas divididas entre parciais e integrais, correspondendo a 50% ou 100% do valor da mensalidade, limitadas a R$ 650 ou R$ 1.500, respectivamente. Para estudantes de Medicina ou Odontologia, os limites são maiores: R$ 2.900 para parciais e R$ 5.800 para integrais, devido aos valores mais elevados das mensalidades desses cursos.

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page