top of page

Leila diz que Palmeiras chegou ao limite para renovar com Dudu: "Já avisei que é a proposta final"

Presidente do Verdão ainda alertou: "Não posso mexer mais uma vírgula"; atacante e ídolo do Verdão tem contrato com o clube até dezembro de 2023 e ainda não respondeu oferta


Globo Esporte

Leila Pereira, presidente do Palmeiras, em homenagem para Dudu — Foto: Fabio Menotti



A renovação de contrato do atacante Dudu com o Palmeiras segue sem definição. O clube, porém, trata a atual oferta apresentada ao jogador e aos seus representantes como definitiva.


Em entrevista, a presidente Leila Pereira falou sobre o andamento das negociações e confirmou que a proposta palmeirense está assinada pela parte do clube. Ela também reforçou que chegou ao limite e não vai mudar os termos apresentados.


– O Palmeiras fez uma proposta extremamente interessante, benéfica para o jogador e para o clube também, extremamente justa. Normalmente a presidente assina por último. Eu não posso fazer mais do que estamos fazendo, é o máximo que o Palmeiras pode chegar. Não falo os termos, mas é uma proposta extremamente interessante para o jogador – afirmou.

– A última vez que conversei com os agentes do Dudu foi há uns 15, 20 dias, e falei que essa é a última proposta do Palmeiras, que é extremamente correta e interessante para o jogador. Não posso mexer mais uma vírgula. Já avisei que é a proposta final.


Palmeiras e Dudu têm um acordo encaminhado para renovação do contrato que termina em dezembro de 2023. As bases acertadas são para um novo vínculo válido até 2025, com prorrogação até o fim de 2026 caso o atleta participe de 50% das partidas do clube.


A parte do atleta quer uma quantidade menor de jogos na cláusula de renovação automática (15%) e reclama de mudanças de outros termos que haviam sido acordados anteriormente.


Publicamente, a presidente e o atleta já tinham se manifestado sobre o assunto. Após o título do Brasileirão, Dudu afirmou que a definição dependia da presidente, que depois disse que aguardava uma decisão do atleta.


Ainda sem um acerto, Leila Pereira reforçou a importância de Dudu para o clube e manifestou o desejo da sequência do camisa 7 palmeirense. Mas não há intenção neste momento de qualquer mudança na oferta apresentada pelo clube.


– O Dudu, como tenho dito diversas vezes, é um atleta extremamente importante para o Palmeiras, é um ídolo, eu tenho um carinho grande pelo Dudu. Ele chegou quando a Crefisa chega, em 2015. Conquistamos vários títulos juntos. E o que acontece? Para mim, esse assunto está resolvido. Só não está porque o atleta não assinou ainda, mas eu já assinei.


– O que foi combinado foi escrito no contrato e eu assinei. Em nenhum momento eu voltei atrás no que eu combinei com o atleta e os seus representantes. Não sei porque (não assinou), acho que ele está viajando. Por mim teria sido finalizado. Estou aguardando a posição do jogador – disse a presidente.


Além de Dudu, o Palmeiras tem mais três atletas terminando vínculo no fim da próxima temporada: Marcos Rocha, Jailson e Marcelo Lomba.


Se não houver um acordo nos próximos meses, eles ficam livres para assinar um pré-contrato com outra equipe a partir de julho de 2023, como ocorreu com Gustavo Scarpa.


– Temos mais um ano, Dudu tem 2023 inteiro para ficar no Palmeiras. É desejo da presidente que ele fique, mas o que o Palmeiras propôs é o máximo para um jogador como Dudu.


Sempre reconheceremos toda dedicação, empenho e talento dele, mas o que estamos propondo é extremamente benéfico. Eu sinceramente não entendo porque não foi assinado até agora. O atleta já tinha dado OK verbalmente, não sei se querem mexer em mais alguma coisa. Mas eu garanto que o que eu propus e assinei é o que vai ser feito. Se não puder, paciência – declarou.


Ao ser questionada se a demora para a definição do futuro de um dos principais ídolos da torcida palmeirense e o maior símbolo da atual fase gloriosa vivida pelo clube pudesse criar um desgaste também com a torcida, a dirigente ressaltou que a força do time comandado por Abel Ferreira é coletiva.


– Não me preocupa. O que nós temos é um time extremamente unido e capacitado. A grande estrela é a nossa equipe. Isso é muito claro para todos. O Palmeiras não tem uma estrela, todos são estrelas e são capazes. É por isso que disputamos todos os títulos. Temos uma grande equipe. Ninguém é melhor que ninguém, um complementa o outro – declarou a dirigente.


– Uma coisa importante é que o Palmeiras é maior que a presidente, maior que todos. O Palmeiras tem 108 anos, as pessoas passam e o Palmeiras fica. Ninguém é insubstituível, eu também não sou. Temos que trabalhar para o que é melhor para a Sociedade Esportiva Palmeiras, é para isso que fui eleita, para proteger os interesses do clube – acrescentou.

18 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page