top of page

Lei que cria bônus por produtividade na Educação em Goiás é publicada no Diário Oficial

O investimento representa cerca de R$ 200 milhões e impacta mais de 48 mil professores e servidores administrativos


Mais Goiás

Projeto que concede bônus a servidor da educação é sancionado pelo governador Ronaldo Caiado (União Brasil) (Foto: Divulgação)




O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) sancionou, o projeto de lei que concede bônus por produtividade aos servidores da educação até o final do ano. A medida foi aprovada em votação definitiva na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) durante sessão na manhã desta terça-feira (30) e já foi publicada em edição suplementar do Diário Oficial do Estado (DOE).


De acordo com o projeto, o investimento representa R$ 200 bilhões de pessoas e beneficia mais de 48 mil professores e servidores administrativos, entre efetivos e temporários. O texto foi elaborado de forma conjunta pelas Secretaria da Educação (Seduc) e Administração (Sead). 


Esse será o quarto ano seguido que o bônus é pago com recursos do Tesouro Estadual e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A categoria ainda recebe auxílio alimentação de R$ 500 e auxílio aprimoramento de R$ 500.


“É uma forma de reconhecer o empenho e a dedicação dos profissionais”, reforçou o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) ao enviar o projeto para a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego). Desde 2019, o Governo de Goiás já investiu mais de R$ 7 bilhões na educação.

26 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page