top of page

Justiça manda soltar o pastor Davi Passamani suspeito de crime sexual contra fiéis

Diretoria-Geral de Polícia Penal confirmou que pastor já saiu do presídio e faz uso de tornozeleira eletrônica. Ele é investigado por crimes sexuais contra fiéis da igreja que comandava, em Goiânia




G1-Goiás

Pastor Davi Passamani — Foto: Reprodução/Instagram



A Justiça de Goiás mandou soltar o pastor Davi Vieira Passamani, suspeito de crimes sexuais contra fiéis da igreja que comandava, em Goiânia. A decisão, desta terça-feira (23), aceitou um pedido de habeas corpus da defesa do pastor e determinou que ele volte à liberdade seguindo restrições, como o uso de tornozeleira eletrônica.


Em nota, o advogado do pastor explicou que o Tribunal entendeu que não havia motivos legais para a manter a prisão preventiva de Passamani e, por isso, ela foi revogada. Luiz Inácio Medeiros Barbosa explicou também que foram estabelecidas outras medidas cautelares, consideradas suficientes para garantir o bom andamento do processo penal até a sentença ser proferida.


A Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP) confirmou à reportagem que Passamani já foi liberado do presídio e faz uso de tornozeleira eletrônica.


Passamani é o fundador da Igreja Casa, em Goiânia, mas renunciou ao cargo de presidente e líder religioso em dezembro de 2023, após ser denunciado por importunação sexual por uma fiel.


6 visualizações0 comentário

Komentarze


bottom of page