top of page

Justiça autoriza venda da SAF do Paraná Clube

Globo Esporte


A juíza Mariana Fowler Gusso, titular da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de Curitiba, autorizou no início da noite desta terça-feira a venda de 90% da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Paraná Clube.

A proposta recebida pelo clube gira em torno de R$ 430 milhões, que serão investidos nos próximos 10 anos, e tem o objetivo de voltar à Série B do Brasileiro até 2027. Além disso, no mesmo despacho a juíza também autorizou que a incorporação a outro clube SAF que esteja jogando a elite do estadual e competições nacionais.

Por fim, a juíza Mariana Fowler Gusso também autorizou o leilão da sub-sede da Kennedy e venda do potencial construtivo de imóveis da Vila Olímpica Boqueirão, além de pedir que o Paraná informe mais detalhes da proposta da venda de 90% da SAF. O prazo do clube para isso é de 10 dias.

No dia 1º de dezembro, o Conselho Consultivo do Paraná Clube tinha dado parecer favorável à proposta apresentada. Já na última semana foi a vez do Conselho Deliberativo do clube aprovar a venda da SAF por R$ 430 milhões. Antes, em setembro, o Tricolor tinha tido a homologação da recuperação judicial.

A oferta vem de um grupo intermediado pela Pluri Consultoria Economista, responsável pela assessoria de clubes brasileiros no processo de transformação para SAF.


1 visualização0 comentário
bottom of page