top of page

Juiz vê vídeo de espancamento brutal de jovem Costarriquense, muda decisão e manda prender agressor

O juiz Francisco Soliman ordenou a prisão preventiva de Lusmar Paula de Andrade, que atacou o cunhado com chave de fenda na semana passada em Costa Rica.



O Correio News

Victor foi espancado no trabalho e segue em estado grave na Santa Casa. (Fotos: Arquivo pessoal)



O juiz Francisco Soliman ordenou a prisão preventiva de Lusmar Paula de Andrade, que atacou o cunhado com chave de fenda na semana passada em Costa Rica.


O autor se apresentou à policia após a tentativa de homicídio contra Victor Alves Mendonça, 24 anos. O crime chocou a cidade e provocou revolta quando Lusmar foi solto, mediante uso de tornozeleira eletrônica, na audiência de custódia.


Nesta quinta-feira (dia 16), o magistrado reavaliou a decisão de liberdade provisória e, principalmente após ver as imagens do ataque, determinou a prisão de Lusmar. De acordo com o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), a prisão era necessária para garantia da ordem pública, conveniência da instrução criminal e assegurar a aplicação da lei penal.


“Não se pode tolerar a frívola violência, desencadeada por mero desentendimento familiar, tampouco normalizar que um trabalhador tenha sua vida e/ou integridade física violada com tamanha agressividade, ainda mais no seu local de trabalho, para onde se deslocou, em mais um dia normal, na rotina cotidiana para sustentar a si e seus familiares. O contexto fático não permite dúvida quanto à extraordinária gravidade do delito sob investigação, fazendo-se imprescindível a segregação cautelar para a garantia da ordem pública”, informa o juiz.


No último dia 7, após desentendimento familiar, Lusmar, que é casado com a irmã de Victor, foi até o seu local de trabalho e o espancou.


De acordo com a decisão, as imagens demonstram que o investigado deslocou-se até o ambiente de trabalho da vítima (oficina), passou a discutir com ele, e repentinamente, valendo-se da superioridade física, começou a agredi-lo com enforcamento, jogando-o ao solo.


“A partir de então, com brutalidade e força descomunal, iniciou uma sequência de diversos e reiterados golpes com o instrumento (chave phillips) em direção à cabeça/rosto da vítima, com total frieza, causando-lhe severas lesões corporais, somente cessando as agressões quando a vítima encontrava-se desfalecida, estirada, e envolva a uma poça de sangue”.


No processo, a defesa de Lusmar Paula de Andrade informou que ele vem sofrendo ameaças e pediu autorização para que pudesse se mudar de Costa Rica para Goiás. A solicitação foi negada. Ele foi preso na manhã desta quinta-feira.


Com quadro grave, Victor Alves Mendonça está em coma induzido e internado na Santa Casa de Campo Grande.

Por Aline dos Santos, Campo Grande News

76 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page