top of page

Juiz determina internação de três menores envolvidos na morte de mulher grávida e do bebê em Jataí

A mulher foi morta na quarta-feira passada (26). Médicos tentaram salvar o bebê, mas ele também não resistiu


Rota Policial Notícias


O juiz Thiago Soares Castelliano Lucena de Castro recebeu, no fim de semana, representação ministerial em desfavor de três menores acusados de executarem Nádia Maely Alves dos Santos, de 31 anos, grávida de 8 meses, em Jataí, município localizado a 327 quilômetros de Goiânia.


A mulher foi morta na quarta-feira passada (26). Médicos tentaram salvar o bebê, mas ele também não resistiu.


Em imagens de câmeras de segurança, é possível ver que a vítima estava na porta de uma loja de conveniência no Conjunto Estrela Dalva, conversando com outra mulher quando dois homens se aproximam e se escondem atrás de uma parede do estabelecimento.


Logo depois eles saem, vão em direção às duas e começam a atirar. Nádia é baleada e cai imediatamente, enquanto a outra vítima, também alvo dos tiros, tentou correr, mas devido aos ferimentos caiu no meio da rua.


Uma terceira pessoa chegou a ser atingida de raspão. Aplicação da lei infracional.


Ao receber a representação ministerial, o juiz determinou a internação provisória de dois dos adolescentes apreendidos em flagrante. O outro menor está solto, mas também teve ordem de internação expedida.


“A internação provisória é medida necessária para assegurar a aplicação da lei infracional. Os indícios de autoria e materialidade estão demonstrados e, diante da grave violência cometida por eles, restou comprovado o perigo gerado pelo estado de liberdade”, frisa o magistrado.


Fonte: Rota jurídica

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page