top of page

Jovem indiciado em Rio Verde por crimes virtuais é condenado a mais de 10 anos de prisão

Autor de publicações preconceituosas e ameaçadoras em redes sociais recebe sentença após investigação da Polícia Civil de Rio Verde




Olha Goiás




Um jovem de 23 anos foi condenado a 10 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado por publicações preconceituosas e ameaçadoras feitas nas redes sociais. De acordo com a Polícia Civil de Rio Verde, os posts tinham teor racistas, incitações criminosas e até mesmo ameaças de violência contra crianças em creches. 


O caso começou a ser investigado em 2023 pelo Grupo Especializado em Investigações Cibernética (GEIC). As autoridades começaram a monitorar de perto as atividades desse indivíduo em plataformas digitais, confirmando a prática dos delitos.


Com base nas evidências coletadas, a PC representou pela prisão preventiva do acusado, que foi acatada pela justiça. No dia 8 de dezembro de 2023, o mandado de prisão foi cumprido, e os dispositivos eletrônicos utilizados para cometer os crimes foram apreendidos.


Durante as buscas, os investigadores encontraram uma carta virtual endereçada aos policiais, na qual o acusado anunciava um plano de atacá-los e, posteriormente, tirar a própria vida. O réu foi encaminhado ao sistema prisional, aguardando julgamento. O Ministério Público de Goiás formalizou denúncia contra ele pelos crimes de ameaça, preconceito e incitação ao crime virtual.

50 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page