top of page

Jovem é suspeita de chamar vizinha de ‘preta fedida’ durante briga por som alto, em Jataí

Segundo a Polícia Militar, ela ainda teria ameaçado matar a vítima. Suposta autora foi levada à delegacia da Polícia Civil de Jataí.


G1-Goiás

Delegacia de Jataí, Goiás - Distrito Policial Polícia Civil — Foto: Reprodução/TV Anhanguera


Uma jovem de 21 anos foi levada para a delegacia suspeita de chamar uma vizinha, da mesma idade, de “preta fedida” e dizer que ela deveria “voltar para a escravidão” durante uma briga por som alto, em Jataí, na região sudeste de Goiás. Segundo a Polícia Militar, a mulher ainda teria ameaçado matar a vítima.


A briga aconteceu no sábado (25), por volta de 15h, no Setor Granjeiro. No relato da ocorrência, registrado pela Polícia Militar, a vítima relatou que ligou o som por cerca de cinco minutos, em uma altura “moderada”, mas foi suficiente para começar a discussão.


A jovem relatou que a suspeita, que mora na casa ao lado, começou a gritar e xingá-la de “vagabunda, puta, preta fedida, neguinha”, e ainda tinha dito que ela “tinha que voltar para a escravidão”. Além disso, a vizinha ainda teria a ameaçado de morte.

“Vagabunda, puta, preta fedida, neguinha, que tinha que voltar para a escravidão, que o pai é preto e estuprador”, descreveu o relato da ocorrência.

A vítima disse à PM que, quando a vizinha começou a gritar, desligou o som, mas que não adiantou e que a mulher não parava de xingá-la. A jovem contou ainda que a suspeita começou a derrubar até mesmo as plantas e jogar objetos ao chão de sua própria casa.


Após a chegada da Polícia Militar, a avó da suspeita foi até o portão da casa e disse que a neta é dependente de medicamentos. A jovem foi levada até a delegacia da Polícia Civil e, conforme a PM, deve responder por ameaça e injúria racial.




36 visualizações0 comentário
bottom of page