top of page

Isaquias Queiroz herda vaga olímpica no Mundial de canoagem

Depois de ficar a uma posição da classificação no C1, atual campeão olímpico se garante nos Jogos de Paris graças a realocação de vagas


Globo Esporte

Isaquias Queiroz no Mundial de Canoagem Velocidade na Alemanha — Foto: Fabio Canhete - Canoagem Brasileira


Isaquias Queiroz se garantiu nas Olimpíadas sem nem precisar entrar na raia de Duisburg neste domingo. O campeão olímpico herdou uma vaga nos Jogos de Paris depois de ter ficado na sexta colocação do C1 1.000m no Mundial de canoagem de velocidade, a apenas um posto da zona de classificação no sábado.


Uma realocação de vagas do tcheco Martin Fuksa no C2 500m proporcionou a classificação do brasileiro. A vaga herdada pertence ao Brasil, mas deve ficar mesmo nas mãos de Isaquias, que conquistou o posto.



- Lembro muito bem que o Sebastian Brendel e Jan Vandrey em 2016 não tinham vaga e ganharam a vaga. E chegou lá campeões olímpicos. O Yuriy Cheban também não tinha vaga do C1 200 ganhou a vaga, doaram pra ele, chegou lá e foi campeão olímpico. Então porque não eu aceitar uma vaguinha dessa de bom grado? - disse Isaquias.


Campeão do C1 1.000m, Martin Fuksa terminou na oitava colocação do C2 500m neste domingo ao lado de Petr Fuksa, fechando a zona de classificação olímpica da prova de duplas. Como cada atleta só pode conquistar uma vaga em Paris, Martin é alocado para o barco de dupla - ele também pode disputar o C1 1.000m nos Jogos. Assim, a vaga do tcheco na prova individual passa para o atleta mais bem ranqueado elegível, justamente Isaquias Queiroz.


- Eu respeito o Isaquias também. Nós somos amigos desde a categoria Júnior, são muitos anos. Temos uma boa rivalidade, isso é bom para os fãs. Estou ansioso por novas corridas. Ele ganhou nos Jogos Olímpicos. Eu ganhei aqui. Agora, eu estou melhor nesse ano. Nos próximos anos pode mudar, eu espero que não. Eu vou dar o meu melhor, de novo e de novo - disse Fuksa.

5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page