top of page

Ipasgo Saúde: 45,6 mil beneficiários precisam atualizar cadastro

Data final para atualizar os dados pessoais se encerra no dia 31


Jornal Opção

Ipasgo está em fase de reestruturação. (Foto: Reprodução)


Os mais de 45,6 mil beneficiários do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos de Goiás (Ipasgo Saúde) têm até o dia 31 de outubro para atualizarem os dados cadastrais junto à operadora. A fase para adequar informações desatualizadas ou incompletas, a exemplo do nome da mãe, foi aberta há duas semanas conforme o diretor do Ipasgo Saúde, Rodrigo Gastalho.


Rodrigo explica que os servidores e dependentes que não atualizarem o cadastro dentro do prazo não perderão o serviço, mas podem ter problemas na hora de fazer exames, consultas e cirurgias. A regularização cadastral ocorre por meio de ligações telefônicas, realizadas exclusivamente pelo setor de teleatendimento, em horário comercial, de segunda a sexta-feira, por meio do número 3238-2400.


“Os beneficiários também podem nos ligar. O objetivo é garantir a segurança dos dados e a confiabilidade entre o plano de saúde e o beneficiário. Caso haja alguma preocupação, também é possível atualizar o cadastro por meio do site www.ipasgo.go.gov.br. Temos postos de atendimento do Ipasgo Saúde em todo o estado, além das unidades Vapt-Vupt”, disse.


Reestruturação


A adequação do cadastro faz parte do processo de reestruturação do Ipasgo Saúde, que está em curso desde abril deste ano, para ingresso na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).


Além de atender às exigências do órgão federal que regula o mercado de planos de saúde, a regularização do Sistema de Informação do Beneficiário (SIB) é essencial para garantir que todos tenham acesso contínuo a serviços de saúde de qualidade, segundo o diretor.


“É o momento para atualizar o cadastro. Se a pessoa não conseguir, vai em posto de saúde ou em uma unidade do Vapt-Vupt. Estamos com uma nova gestão, nosso objetivo é melhorar o credenciamento e aumentar o número de médicos credenciados”, afirmou.


Rodrigo disse que a nova gestão será mais transparente e que irá buscar prestar um atendimento mais rápido ao paciente. “Nosso maior desafio é informar aos beneficiários que eles fazem parte de um novo Ipasgo, além de manter o valor acessível a eles”, concluiu.


37 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page