top of page

Hugol alerta para estado crítico do banco de sangue e pede ajuda a doadores

Baixas nas doações chegam a 58% entre junho e agosto


Mais Goiás

Hugol pede ajuda na manutenção do banco de sangue (Foto: Governo de Goiás)


O Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) alertou a população goiana sobre o estado crítico no estoque do banco de sangue, neste mês de julho. A unidade pede doação principalmente dos tipos B+, A- e O-, mas destacou que todos são bem-vindos.


No mês de junho, cerca de 628 doadores foram considerados aptos pelo Hugol. O número foi menor que as doações no mesmo período do ano passado, 977. Wilson Moreira, supervisor do banco de sangue, disse que as baixas nas doações chegam a 58% nos meses de junho, julho e agosto.


“Nesse período do ano, ocorre uma queda nas doações por conta das férias escolares e das viagens realizadas nessa temporada. Além disso, nessa época, a ocorrência de acidentes domésticos aumenta e, consequentemente, a demanda do hospital também cresce”, explicou.


Além de ajudar no atendimento de pacientes que necessitam de suporte hemoterápico, o banco também pede o apoio dos goianos para realizar a manutenção dos estoques de todos os tipos de sangue. O Hugol ressaltou que a doação é um ato de solidariedade e não traz nenhum risco para quem realiza.


Caso deseje ajudar com a doação de sangue, a unidade funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 18h30, e aos sábados, das 7h às 12h. Para mais informações, entre em contato com a Unidade de Coleta e Transfusão do Hugol, pelo número (62) 3270-6662 ou pelo WhatsApp (62) 3270-6661.


Saiba os critérios para a doação:


Estar saudável; Não estar gripado, resfriado ou febril; Ter acima de 50 quilos; Ter entre 18 e 69 anos; Estar descansado e alimentado. Evitar alimentação gordurosa nas 3 horas que antecedem a doação; Não ter feito tatuagem, piercing ou maquiagem definitiva a menos de 1 ano; Não ter realizado procedimentos endoscópicos nos últimos 6 meses; Não estar em uso de antibióticos e antifúngicos. Caso tenha feito uso, aguardar 14 dias após o término para realizar a doação; Não ter evidência clínica ou laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue, como sífilis, hepatite B ou C, hepatite A (após os 11 anos), HIV, HTLV, doença de Chagas; Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis; Não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page