top of page

Homem ligado a grupos neonazistas é preso por cárcere privado e racismo contra esposa

Vítima foi ameaçada com arma de fogo e ofendida com termos racistas



Olha Goiás




Um homem foi detido em Planaltina de Goiás após ser acusado de cometer cárcere privado, agressão e racismo contra a esposa. A vítima, que relatou ter sido mantida em cárcere privado durante a noite, foi ameaçada com uma arma de fogo e insultada com termos racistas como "macaca" e "crioula".


A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Planaltina de Goiás recebeu denúncias sobre a situação e prontamente se dirigiu ao local para averiguar. No imóvel, os policiais encontraram a mulher, que relatou ter sido agredida com uma coronhada da arma de fogo, além de ter sido ameaçada de ser amarrada e chicoteada pelo companheiro.


Além das agressões físicas, a vítima foi alvo de xingamentos de teor racista por parte do agressor. Após confirmação da denúncia, a equipe policial localizou e apreendeu a arma utilizada na agressão na residência do suspeito, que também foi preso em flagrante.


Durante o interrogatório, o suspeito admitiu sua participação em grupos neonazistas e revelou possuir várias passagens criminais. Ele exibe diversas tatuagens que fazem apologia ao Nazismo.


O indivíduo foi encaminhado à Unidade Prisional de Planaltina de Goiás e aguarda as medidas legais cabíveis.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page