top of page

Homem esfaqueia ex-companheira e se finge de morto para não ser preso, diz polícia

Segundo relatos dos policiais militares, o autor estava deitado ao lado da mulher ensanguentada. Mulher está internada na UTI em estado grave.


G1-Goiás

Wilton Cunha da Silva foi preso suspeito de esfaquear a ex-companheira, de 41 anos, durante uma briga em Goiânia — Foto: Divulgação/PM



Wilton Cunha da Silva foi preso suspeito de esfaquear a ex-companheira, de 41 anos, durante uma briga em Goiânia. Segundo relatos dos policiais militares, o autor estava deitado ao lado da mulher ensanguentada e fingiu estar morto para não ser detido.


O caso aconteceu na noite do último domingo (29) e a mulher foi encaminhada ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). Segundo a PM, o Serviço Médico de Resgate constatou que o autor não estava morto.


“A mulher com as perfurações e o camarada alegando estar ruim [...] ele estava só tentando ludibriar a equipe”, explicou um dos PMs que atendeu a ocorrência.


Em nota, o Hugol informou que a paciente está internada na UTI da unidade, possui estado geral grave e respira com ajuda de aparelhos.


Os bombeiros explicaram que a mulher teve foi atingida no tórax e no braço direito.





175 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page