top of page

Homem é preso suspeito de sequestrar, espancar e afogar jovem que teria dado em cima da namorada dele, em Goiânia

Mulher também foi presa suspeita de participar do crime, ao mandar mensagem para a vítima para marcar encontro. Carro usado no assassinato foi achado queimado.


G1-Goiás

Casal preso suspeito de matar jovem em Goiânia — Foto: Divulgação/Polícia Civil



Um homem de 26 anos e a namorada dele, de 20, foram presos suspeitos de sequestrar, espancar e afogar um jovem de 19 anos, em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, o crime foi brutal e motivado por ciúmes.

“Ele foi levado para uma região de mata onde foi cruelmente espancado, afogado e levou algumas facadas”, descreveu o delegado Marcus Cardoso.
“A motivação seria que a vítima teria tentado ficar com a companheira do que foi preso. Eles armaram uma emboscada contra a vítima, que culminou nessas agressões e na morte”, detalhou o delegado.

O casal, que não teve o nome divulgado, foi preso na terça-feira (7).


A vítima foi sequestrada e agredida no dia 3 de outubro de 2023, no setor Residencial Vale dos Sonhos. Ela foi resgatada por terceiros e levada a um hospital de Goiânia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 10 do mesmo mês.


O delegado detalhou que, por volta de 1h do dia 3 de outubro, a vítima recebeu uma mensagem de texto da mulher que foi presa, sugerindo o encontro em uma praça. No local, ele foi sequestrado em um carro e levado para uma região de mata.


A polícia descreveu que, na região de mata, a vítima foi espancada, afogada e levou facadas. Por volta das 4h da manhã, o jovem foi encontrado e levado a um hospital por terceiros. Ele morreu uma semana depois.


O delegado contou que o carro usado no sequestro foi queimado depois do crime. Durante as investigações, a Polícia Civil identificou três possíveis suspeitos, sendo que dois são os que foram presos na terça-feira (7). O terceiro morreu em confronto com a Polícia Militar no dia 2 de abril deste ano.


A Polícia Civil destacou que a motivação do crime foi ciúmes, uma vez que a vítima teria dado em cima da mulher do homem preso.


“Ela falou que era casada, e a vítima insistiu para poder ter um relacionamento com ela. Nisso, [os suspeitos] juntaram algumas pessoas que eram amigos e tentaram dar uma lição nele”, completou o delegado Marcus.


O delegado contou que o casal deve responder por homicídio qualificado. A polícia acredita que outras pessoas podem estar envolvidas no crime. As investigações continuam com o objetivo de identificar esses suspeitos.

55 visualizações0 comentário

Komentar


bottom of page