top of page

Homem é preso suspeito de mandar matar pastor em Itumbiara

Câmeras de segurança registraram momento em que pastor chega em casa de motocicleta e é alvejado





Mais Goiás

Pastor Paulo Célcio Pinheiro de Abreu é assassinado em Itumbiara (Foto: Reprodução/Redes Sociais)



Um homem, de 31 anos, foi preso suspeito de mandar matar o pastor Paulo Célcio Pinheiro de Abreu, de 45 anos, em Itumbiara, no sul goiano. Segundo a Polícia Civil de Goiás (PCGO), o suspeito é o ex-namorado de uma das filhas do pastor, que não aceitava o fim do relacionamento. A prisão ocorreu nesta terça-feira (6), em Uberlândia (MG).


Em nota, a defesa do suspeito manifestou surpresa com a prisão preventiva, afirmou a inocência dele e se colocou à disposição das autoridades para prestar esclarecimentos. Além disso, ressaltou que não tiveram acesso integral ao caderno probatório e das supostas provas colhidas pela Polícia Civil.


O caso ocorreu no dia 7 de dezembro do ano passado. A investigação apurou que o homem teria contratado um atirador por R$ 6 mil para que ele matasse todos os membros da família que fossem contra o relacionamento. Câmeras de segurança registraram o momento em que o pastor chega em casa de motocicleta e é alvejado a tiros e morre.


Conforme a corporação, o atirador é um menor de idade e foi apreendido tentando sair da cidade um dia após cometer o crime. A polícia informou que o adolescente permanece apreendido e não revelou quem foi o mandante do crime. Na época, o menor foi apreendido com a arma de fogo utilizada no crime enquanto fugia para a cidade de São Simão.


Felipe Sala, delegado que representa o caso, disse que o suspeito ameaçava tirar a própria vida. “Tinham diversos tipos de pressão psicológica. O rompimento desse relacionamento se deu muito em razão da família não dar o apoio ao casal. Ninguém gostava da relação dos dois. Justamente pelo fato de ser uma relação abusiva”.

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page