top of page

Homem é preso suspeito de estuprar sobrinha e fingia ser policial civil

Segundo a Polícia Civil, tio mandou uma mensagem para a menina usando o celular da mãe dele. Justiça decretou prisão preventiva.


G1-Goiás

Homem é preso suspeito de estuprar sobrinha e fingir ser policial civil, em Rio Verde


Um homem foi preso suspeito de estuprar a sobrinha e fingir ser policial civil para tentar convencê-la a retirar a denúncia que gerou uma medida protetiva contra ele, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás.


Segundo a Polícia Civil, o homem mandou uma mensagem para a menina usando o celular da mãe dele. Na foto de perfil, ele colocou o brasão da Polícia Civil, escreveu que era criminalista, e mandou uma mensagem dizendo que vídeos incriminavam a menina.


Os policiais informaram que a sobrinha fez a denúncia do estupro em outubro de 2022, pedindo a medida protetiva contra o tio, que foi decretada. A prisão do homem aconteceu na tarde de quinta-feira (16), após ele mandar as mensagens a ela no mês de fevereiro, descumprindo a medida.


“Ciente de que não podia entrar em contato com a vítima, por qualquer meio de comunicação, o autor enviou mensagens se passando por policial civil, dizendo que ela deveria desistir do procedimento, tendo em vista que ela não possuía provas suficientes”, disseram os investigadores.


Ainda de acordo com a PC, ao receber a mensagem, a menina procurou a Delegacia da Mulher onde constatou que nenhum policial havia mandado mensagens para ela. Depois de provado que foi o tio, a Justiça decretou a prisão preventiva dele.


O homem foi encaminhado para o presídio de Rio Verde, onde segue à disposição da Justiça.

44 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page