top of page

Homem é preso por matar a namorada após 3 dias de relacionamento, em Anapólis

Suspeito disse à PM que o casal estava consumindo bebidas alcoólicas e Larissa Marques acabou se desequilibrando e caindo da própria altura. Jovem foi encontrada morta com diversos ferimentos.


G1-Goiás

Um homem de 59 anos foi preso suspeito de matar Larissa Marques Bueno, de 27 anos, em Anápolis — Foto: Reprodução/Redes Sociais e PM


Um pintor aposentado de 59 anos foi preso suspeito de matar Larissa Marques Bueno, de 27 anos, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem chamou o Corpo de Bombeiros falando que a companheira tinha caído dentro de casa. Aos policiais, ele disse que os dois tinham um relacionamento há apenas três dias.


"Ela possuía vários traumas na cabeça, o que é incompatível com a tese da queda da própria altura [que o homem alegou]", explicou o delegado Cleiton Lobo.


Larissa foi encontrada morta no último domingo (13). O relato da Polícia Civil descreve que o homem disse que o casal estava consumindo bebidas alcoólicas e ele tentou persuadir a vítima a parar de beber, mas ela continuou e acabou se desequilibrando e caindo da própria altura.


O homem também falou à polícia que teria ajudado Larissa a se levantar e a colocado na cama. Segundo ele, horas depois, percebeu que a mulher não acordava e resolveu procurar os bombeiros pessoalmente.


No local, os bombeiros disseram que encontraram a jovem já morta. O corpo de Larissa foi encontrado na cama, com lesões no rosto, cabeça e braços, segundo a polícia. Na ocorrência policial, a PM descreveu que o homem estava com o rosto sujo de sangue e cheiro forte de álcool.


O suspeito foi preso e deve passar por audiência de custódia nesta terça-feira (15). No processo, não há nenhum advogado habilitado para a defesa do homem.

106 visualizações0 comentário
bottom of page