top of page

Homem é encontrado morto dentro de quarto de hotel; suspeito é preso

Hóspedes que estavam nos outros quartos ouviram barulhos e gritos de socorro no local, ocasião em que chamaram a polícia. Segundo a Polícia Militar, suspeito tem antecedentes criminais por homicídio.




G1-Goiás

Caso é investigado pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios, da Polícia Civil — Foto: Reprodução/Polícia Civil



Um homem de 35 anos foi encontrado morto em um quarto de hotel, na madrugada desta terça-feira (19), no Setor Aeroporto, em Goiânia. Um hóspede de 22 anos que havia pagado pelo quarto, foi preso suspeito pelo homicídio.


De acordo com a Polícia Militar (PM), a equipe foi acionada após receber a ocorrência de gritos de socorro e barulho em um quarto de hotel localizado na Avenida Dr. Ismerindo Soares.


Após chegarem no quarto, os militares disseram que o hóspede, suspeito pelo crime, estava relutante em abrir a porta. Quando conseguiram entrar, encontraram o corpo da vítima deitado de costas na cama com hematomas na cabeça e algumas lesões pelo corpo.


Durante o levantamento, a PM foi informada de que o homem havia se hospedado por volta das 13h30 de segunda-feira (18). No início da madrugada, a vítima foi até o local e o hóspede pagou a diária dela.


No decorrer da noite, as pessoas que estavam nos outros quartos ouviram barulhos e gritos de socorro no quarto, ocasião em que chamaram a polícia.


Ao ser questionado, o hóspede alegou à polícia que teve uma discussão com a vítima sobre gosto musical, momento em que a empurrou contra parede. O homem caiu no chão e bateu a cabeça na sequência.


Contudo, segundo a polícia, o suspeito, que não teve o nome divulgado, mudou a versão e disse que motivo da briga foi por ter sido assediado pelo homem. Depois passou a fazer insinuações de alguém com problemas mentais.


O hóspede foi preso em flagrante suspeito de praticar o homicídio. Segundo a PM, o suspeito tem antecedentes criminais por homicídio. O caso é investigado pela Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios, da Polícia Civil.

126 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page