top of page

Hamilton apoia retorno de Vettel à F1 com a Mercedes

Heptacampeão comentou possibilidade de amigo e ex-rival substitui-lo na equipe alemã após sua partida para a Ferrari em 2025; em entrevista, Vettel não fechou as portas para voltar a correr




GE

Lewis Hamilton e Sebastian Vettel caminham juntos no Circuito de Suzuka, antes do GP do Japão da F1 2024 — Foto: Kym Illman/Getty Images




O mercado da F1 2025 gira em torno da vaga que Lewis Hamilton deixará na Mercedes, já que o britânico passará a correr pela Ferrari no próximo ano. E se a equipe alemã ainda não tem um substituto para ele, o heptacampeão já fez sua sugestão: Sebastian Vettel, hoje aposentado das pistas.


- Eu amaria que Seb voltasse. E seria uma ótima opção para a equipe: um piloto alemão, multicampeão mundial e vencedor, alguém que tem incríveis valores e continuará a liderar essa equipe à frente - propôs Hamilton, na coletiva do GP do Japão nesta quinta-feira.


Não foi a toa que Hamilton lembrou de seu amigo e ex-rival. Nesta semana, Vettel deu entrevista à "Skysports F1" e admitiu que as portas para um possível retorno às pistas não estão totalmente fechadas. Essa, porém, não é uma prioridade para o alemão, que deixou a F1 ao fim de 2022.


- Eu me aposentei da Fórmula 1 não para voltar, mas eu também diria que nunca se sabe. Obviamente, há coisas das quais eu sinto falta, que é principalmente a competição. E as coisas que eu não sinto falta, e isso não mudou. A vida é muito diferente se você não está mais envolvido e eu gosto disso assim. Você nunca sabe onde a vida vai te levar, então talvez ela me leve para atrás do volante, mas talvez não - disse o tetracampeão.


Vettel e Hamilton disputaram os títulos de 2017 e 2018, quando o alemão corria pela Ferrari; o britânico da Mercedes levou a melhor. O tetracampeão foi demitido da escuderia em 2020 para dar lugar a Carlos Sainz, que por sua vez, deixa Maranello em 2025 para a chegada de Hamilton.


Em seus últimos anos na F1 até a aposentadoria em 2022, porém, Vettel passou a desenvolver uma amizade com o rival da Mercedes, que o considerou publicamente como um amigo ao homenageá-lo na ocasião do anúncio de sua aposentadoria.


Na última semana, Vettel falou sobre a surpresa do anúncio da ida de Hamilton para a Ferrari, e revelou ter contatado o amigo na sequência. O tetracampeão voltou a falar sobre sua surpresa com a novidade, que considerou "emocionante"; para ele, o britânico está "em busca de um novo desafio.


Mas se Vettel não descarta totalmente um retorno às pistas, Hamilton, que recentemente revelou ter consultado os amigos Serena Williams e Michael Jordan sobre deixar a F1, faria diferente:


- Eu nunca pensaria em sair por um ou dois anos e depois voltar. Quando eu sair (da F1), espero que seja definitivo. Você sempre sentirá falta, é o melhor esporte do mundo e a melhor experiência de todas. Trabalhar com um grupo de pessoas em busca de vencer algo e conquistar algo é o sentimento mais incrível que há e não há nada que se pareça com isso. Nem perguntei a nenhum dos pilotos do que eles sentem falta, dá pra imaginar.

454 visualizações0 comentário

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page