top of page

Gustavo Gómez diz que Mundial 'ainda dói' e que quase foi para o Boca em 2018

Com o empréstimo do Milan para o Boca Juniors melado pelos detalhes em 2018, não demorou muito para Gustavo Gómez acabar fechando com o Palmeiras


Mais Goiás

O zagueiro já conquistou duas Libertadores, dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil, três Campeonatos Paulistas, uma Recopa Sul-Americana e uma Supercopa do Brasil. Foto: Divulgação Pessoal



Nesta quinta-feira (28), o Palmeiras volta a encarar o Boca Juniors na Libertadores depois da eliminação na semifinal de 2018. Capitão e um dos líderes do elenco alviverde, Gustavo Gómez já quase esteve do outro lado, mas detalhes fizeram o negócio melar.


“O destino quis que eu jogasse pelo Palmeiras. Tudo estava pronto, estávamos prontos para assinar o contrato com o Boca, mas tinha algumas pequenas coisas que não nos agradavam. Estava muito próximo de se concretizar, mas graças a Deus o destino me quis no Palmeiras”, afirmou Gustavo Gómez, em entrevista ao site da Fifa.


Com o empréstimo do Milan para o Boca Juniors melado pelos detalhes em 2018, não demorou muito para Gustavo Gómez acabar fechando com o Palmeiras.


Atual capitão da equipe, o zagueiro já conquistou duas Libertadores, dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil, três Campeonatos Paulistas, uma Recopa Sul-Americana e uma Supercopa do Brasil. Para ele, os cinco anos no Verdão têm sido um “sonho”.


“Um sonho. Os melhores cinco anos da minha carreira. Nós fizemos história, ganhamos 10 títulos – grandes títulos para o clube e para nós. O que me deixa mais feliz é o fato de que construímos uma família aqui. A união é incrível. Eu acredito que é por isso que competimos por títulos todos os anos.”

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page