top of page

Grupo criminoso que falsificava documentos públicos é preso em Morrinhos

Organização também falsificava exames toxicológicos e oftalmológicos


Mais Goiás

Suspeitos de atuarem em organização criminosa são presos, em Morrinho (Foto: Divulgação/Polícia Civil


A Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão contra membros de uma associação criminosa que utilizavam um software para falsificar diversos documentos públicos, em Morrinhos, na região Sul de Goiás. A “Operação Painel” foi realizada na terça-feira (5).


De acordo com a corporação, a associação criminosa atuava por meio da venda de acessos de um software que funcionava para falsificar documentos públicos, como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e diplomas de graduação.


A investigação apontou que o sistema gerava documentos com a emissão falsa de diferentes estados do Brasil. A organização também falsificava exames toxicológicos e oftalmológicos. Os principais compradores dos acessos ao software eram estelionatários.


Segundo a Polícia Civil, também foram identificados alguns falsificadores que alugavam o sistema e pagavam R$ 350 para a utilizar a tecnologia por mês.


Os agentes encontraram em dois endereços ligados aos investigados apetrechos utilizados para a falsificação dos documentos, o que auxiliou na prisão em flagrante de dois homens suspeitos de atuarem na organização criminosa.


Fernando Nogueira, delegado que investiga o caso, informou que os indivíduos devem responder pelo crime de falsificação. Conforme o Código Penal, os suspeitos podem pegar até três anos de prisão, além de pagar uma multa.


O caso segue em andamento para identificar mais envolvidos na organização criminosa. A identidade dos presos não foi revelada e, por isso, o Mais Goiás não localizou a defesa deles.

10 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page