top of page

Grupo é preso após usar nome de frigorífico para tentar aplicar golpe na compra de gado

Suspeitos ofereceram comprar 100 bovinos por R$ 500 mil


Mais Goiás



Na última quinta-feira (11), a Polícia Militar (PM) prendeu um grupo de cinco homens que tentou aplicar um golpe em um pecuarista de Rio Verde, município a 233 quilômetros de Goiânia.


Os suspeitos se passaram por funcionários de um frigorífico de Inhumas e ofereceram comprar 100 bovinos por R$ 500 mil. O golpe não foi concluído, pois a vítima desconfiou e chamou a polícia.


Durante a negociação, os homens prometeram pagar o preço mais atrativo do valor da arroba e adquiriram a guia de tráfego dos animais, prometendo pagar assim que o gado fosse embarcado. Após a vítima desconfiar da negociação e procurar o frigorífico mencionado pelos suspeitos, constatou que tudo era mentira e acionou o Batalhão Rural.


A polícia orientou o pecuarista a continuar fingindo que seguiria com a negociação. No momento em que os suspeitos embarcaram cerca de 50 bovinos em uma carreta, a equipe policial chegou e começou a questionar o grupo sobre o caso. O plano do grupo era fugir com os animais e, se necessário, manter o pecuarista como refém para que ele não os denunciasse.


Os cinco homens e o veículo que seria utilizado no transporte do gado foram apreendidos e levados para a delegacia. Segundo os militares, o grupo foi autuado por estelionato. Os animais foram devolvidos ao proprietário. A ação da PMGO impediu que o pecuarista sofresse prejuízos financeiros e evitou que os suspeitos concretizassem o golpe.



29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page