top of page

GP do Japão: Verstappen vence, se aproxima do tri e RBR é hexa

Bicampeão agora precisa de apenas três pontos para faturar título da F1 2023 no GP do Catar. Norris foi segundo e Piastri terceiro, levando seu primeiro pódio após duelos internos e externos com a Mercedes


GE

F1 2023: Max Verstappen comemora vitória no GP do Japão — Foto: Clive Rose/Getty Images


De ponta a ponta, Max Verstappen venceu pela 13ª vez em 2023 na madrugada deste domingo, no GP do Japão, e está mais perto que nunca de seu tricampeonato mundial. O resultado ainda garantiu o hexacampeonato de construtores da RBR com seis corridas de antecedência. Lando Norris foi segundo, sucedido pelo colega e calouro da McLaren Oscar Piastri - no primeiro pódio da carreira.


Max liderou todos os treinos livres da etapa e largou da pole position, fazendo ainda a melhor volta da prova no Circuito de Suzuka. Agora, tem 400 pontos na classificação, 177 a mais que o vice-líder Sergio Pérez. Com 180 pontos em jogo, se ele faturar três em comparação com o colega da RBR na corrida sprint do GP do Catar, daqui a duas semanas, será tricampeão.


A RBR conquistou seu hexa de construtores de forma consecutiva, após ter faturado o quinto título em 2022. O resultado confirma o reestabelecimento da dominância do time, que já é quase tri de pilotos (2021, 2022 e 2023) com Verstappen mas enfrentou um jejum de nove anos no Mundial de equipes, desde o tetra com Sebastian Vettel entre 2010 e 2013.


Por outro lado, a equipe pontuou apenas com seu líder na corrida deste domingo. Sergio Pérez largou em quinto lugar mas se envolveu em dois incidentes, foi punido duas vezes com 5s e ainda voltou para a pista para dar três voltas - mais de 20 após ter, inicialmente, abandonado a corrida. Agora o mexicano tem Lewis Hamilton, terceiro no Mundial, a 33 pontos dele - eram 40 de vantagem até então.


E se Verstappen conduziu sua vantagem com segurança nas 53 voltas, a situação não foi tão tranquila nas posições subjacentes: a McLaren, segunda força do fim de semana, se viu em alguns conflitos internos e também com a Mercedes, que surgiu como sua rival pelas últimas vagas no pódio. A Ferrari, correndo por fora, pôs Charles Leclerc em quarto lugar, obtendo com ele seu melhor resultado.


Piastri, que largou de forma inédita na primeira fila, foi superado por Norris na abertura da corrida. No decorrer da prova, chegou a ficar na frente do colega, que teve seu pit stop antecipado, mas acabou cedendo a dianteira após certa resistência. A McLaren fez sua quarta aparição no pódio em 2023.


A F1 retorna daqui a duas semanas com o GP do Catar em 8 de outubro, válido como a 17ª etapa da temporada. Verstappen já pode cravar o tricampeonato mundial em Losail.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page