top of page

GP do Canadá: Hamilton lidera 2º treino em dobradinha da Mercedes

Equipe alemã desbancou a Ferrari, que vinha em uma queda de braço com a RBR de Verstappen; chuva chegou nos cinco minutos finais com força mas não afetou treino, que teve duas bandeiras vermelhas


GE

Lewis Hamilton fez o melhor tempo no segundo treino livre do GP do Canadá da F1, em 2023 — Foto: Jared C. Tilton/Getty Images


Depois do cancelamento do primeiro treino livre do GP do Canadá por problemas nas câmeras de circuito interno do Circuito Gilles Villeneuve, os carros enfim tomaram a pista no segundo treino da etapa nesta sexta-feira. A sessão foi estendida em 30 minutos além de sua uma hora usual, e terminou com Lewis Hamilton anotando 1m13s718 pela liderança. George Russell e Carlos Sainz completaram o top 3, e o líder do campeonato Max Verstappen ficou apenas com o sétimo tempo.


Marcada por uma queda de braço entre a dupla da Ferrari (Sainz e Charles Leclerc) e Verstappen além do salto de desempenho da Mercedes no último terço, a disputa que fechou o primeiro dia de atividades em Montreal ainda foi paralisada por duas vezes: Nico Hulkenberg e Esteban Ocon tiveram problemas em seus carros. Porém, ao contrário do TL1, o treino pôde ser retomado.


Valtteri Bottas, Carlos Sainz e Charles Leclerc se revezaram na liderança nos dez minutos iniciais, com pneus médios, até Verstappen e Sergio Pérez, registrarem as voltas a serem batidas nos compostos macios. Pierre Gasly ainda surgiu para disputar a posição; o bicampeão da RBR, entretanto, retomou a vantagem acompanhado por Sainz.


A dupla da Ferrari adotou os compostos macios após os 15 primeiros minutos e aí garantiu de vez a vantagem em ritmo sobre o rival holandês, revezando-se na liderança e abrindo até 0s6 sobre Max . Bottas voltaria a aparecer entre as primeiras colocações, fazendo o terceiro melhor tempo e mantendo-se entre os quatro primeiros até a última meia hora da disputa. Ele terminou o TL2 em sétimo.


As Mercedes ficaram nas últimas colocações por boa parte da sessão, até Hamilton subir para quinto com 40 minutos restantes e Russell ir para nono. Quando o cronômetro alertava para os 28 minutos finais do treino, porém, a dupla saltou para a ponta; primeiro o britânico do carro 63 e, depois, o heptacampeão. Lewis superou o colega de equipe por apenas 0s027.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page