top of page

Governador do ES diz que outros poderão responder por ataque à escolas

"A investigação que vai dizer como ele com 16 anos tinha tanta habilidade com armas e como ele conseguiu carregar e recarregar"

Mais Goiás

Governador do Espírito Santo (ES), Renan Casagrande disse que outras pessoas poderão ser responsabilizadas no atentado cometido por um adolescente de 16 anos em Aracruz que culminou na morte de quatro pessoas em escolas. De acordo com ele, a polícia apura se o acesso às armas do pai, um policial militar, foi facilitado.


“A investigação que vai dizer como ele com 16 anos tinha tanta habilidade com armas e como ele conseguiu carregar e recarregar”, disse o Casagrande. A informação é de O Antagonista.


O governador informou, ainda, que que as autoridades apreenderam o telefone e o computador do adolescente. O intuito é verificar se ele tinha alguma relação com grupos neonazistas. Vale citar, ele utilizava uma roupa camuflada com símbolo nazista durante os crimes nas duas escolas.


“Nós temos acesso ao seu telefone, aos seus computadores, aos interrogatórios, então é um processo de investigação para ver se ele tinha algum envolvimento com algum grupo de fora neonazista.”


O atirador tem 16 anos. Por ser menor, ele deve responder por ato infracional análogo a quatro homicídios e a 10 tentativas de homicídio qualificadas.

3 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page