top of page

Golpe do novo número: quatro goianos são presos após receber dinheiro de vítima

Vítima do golpe do novo número mora no município de Porto Alegre do Norte, que fica no Mato Grosso. Inquérito é conduzido pela Deic




Mais Goiás

Goianos presos por envolvimento com golpe do novo número (Foto: Polícia Civil)



Dois homens e duas mulheres que moram na região metropolitana de Goiânia foram presos em flagrante após receberem transferências feita por um homem que mora no Mato Grosso, e que foi vítima do chamado “golpe do novo número”.


Um dos presos contou que recebeu R$ 1.000 para emprestar suas contas, que foram usadas para receber valores obtidos com o golpe.


Na manhã de segunda-feira (22), um homem que mora em Porto Alegre do Norte (MT) procurou a Delegacia da Policia Civil daquela cidade, e informou que havia transferido R$ 5 mil para um desconhecido, que, através de mensagens via WhatsApp, se passou por um parente dele.


Ao descobrirem que os valores foram transferidos para contas de um homem que mora em Goiânia, os policiais civis do Mato Grosso pediram apoio aos colegas do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (GREF), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic).


No mesmo dia, os agentes do GREF da Deic identificaram e prenderam, em Goiânia, o dono das contas que receberam as transferências. Em depoimento, o autuado contou que havia alugado quatro contas, para três conhecidos, ao preço de R$ 250 cada.


Com informações repassadas por ele, os policiais prenderam, em Aparecida de Goiânia, duas mulheres, e um homem que que seriam os responsáveis por movimentar as contas alugadas. Autuados em flagrante por estelionato, e associação criminosa, os quatro presos tiveram as prisões em flagrante transformadas em preventiva durante a Audiência de Custódia.


As identidades deles não foram reveladas. Segundo o delegado Willian Bretz, do GREF, da Deic, as investigações continuam, tanto em Goiás, como no Mato Grosso, para tentar identificar novas vítimas da quadrilha.

3 visualizações0 comentário
bottom of page