top of page

Goiano é preso por desvio de R$ 36 milhões destinados a vítimas de enchentes

Quadrilha desviou quase R$ 40 milhões em dois meses usando página falsa de doações



Olha Goiás


Um jovem de 20 anos, natural de Goiás, foi preso nesta terça-feira (19) no Setor Bueno, em Goiânia, acusado de ser um dos principais membros de uma quadrilha que desviou R$ 36 milhões de doações feitas para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A prisão foi resultado de uma investigação conduzida pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul.


As investigações revelaram que o grupo criminoso era composto por pelo menos quatro pessoas, incluindo dois menores de idade, ambos com 16 anos. Eles criaram uma página falsa, que imitava o site oficial do Governo do Rio Grande do Sul, para arrecadar doações destinadas às vítimas das enchentes que afetaram o estado recentemente.


O jovem de 20 anos, residente em Goiânia, colaborava com uma mulher de 46 anos de Luziânia. Juntos, eles arrecadaram quase R$ 40 milhões em um período de dois meses.


A operação policial resultou na apreensão de um dos adolescentes no mês passado, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O outro menor de idade foi detido na manhã de hoje em Luziânia, juntamente com a mulher de 46 anos, que recebia parte dos valores desviados.


Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela polícia, e até o momento, as defesas dos acusados não foram localizadas para comentários.


Além das prisões e apreensões, a Polícia Civil, com apoio das corporações de Goiás e São Paulo, confiscou veículos, dinheiro e conseguiu na Justiça a penhora de bens e contas bancárias dos investigados. 

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page