top of page

Goianésia: 5 detentos são condenados pela morte de colega de cela em Goianésia

Os jurados reconheceram o uso do meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Todos deverão cumprir as penas em regime fechado




G1-Goiás

Unidade Prisional de Goianésia (Foto: Google - Reprodução)




A Justiça de Goiás condenou, na terça-feira (16), cinco de detentos da unidade prisional de Goianésia, município a cerca de 180 quilômetros (km) de Goiânia, pela morte um colega de cela. Jeferson Barbosa da Silva foi morto no dia 8 de abril de 2018 na cela 4 do presídio em questão. Um dos acusados foi absolvido.


Segundo o Ministério Público denunciou, os réus agrediram a vítima, que era conhecida como Jefinho, com chutes e socos e, em seguida, utilizaram um fio de ventilador para enforcá-lo. Ainda de acordo com a apuração, assim que a vítima começou a desfalecer, bateram sua cabeça no chão até que ele morresse.


Colega de cela foi acusado de furto e tentativa de homicídio


Na ocasião, os denunciados acusaram Jefinho por furto, ameaça e tentativa de homicídio. Ao todo 10 detentos foram denunciados, mas três deles morreram e um foi impronunciado (quando a denúncia não é aceita pela Justiça). Assim, seis foram a julgamento e um foi absolvido.


Detentos condenados


Tiago Fernandes, Valdério Souza e Vinícius Ozitio foram condenados a 21 anos de prisão. Enquanto Igor José Brito recebeu condenação de 18 anos e 8 meses e Cláudio Santana, foi condenado a 23 anos e 4 meses de prisão. Carlos Santana Fontes foi absolvido.


Os jurados reconheceram as qualificadoras do meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Todos deverão cumprir as penas em regime fechado.

11 visualizações0 comentário
bottom of page