top of page

Goiânia entra em situação de emergência devido ao aumento de casos de dengue

Ao todo, em 2024 foram confirmados mais de 5,7 mil casos da doença. Vídeo feito pelo g1 explica quais os sintomas da dengue, quais os cuidados necessários, como evitar e o que fazer se contrair.




G1-Goiás

A fêmea adulta do Aedes aegypti após uma refeição de sangue. — Foto: Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC)




Situação que não se restringe à capital, a superintendente de Vigilância em Saúde de Goiás, Flúvia Amorim, explicou que o estado está "caminhando para o pior cenário vivido desde a década de 90, em relação ao aumento de casos e aumento de mortes".


Situação de emergência


De acordo com a secretaria, com o decreto de situação de emergência, tudo que for relacionado à epidemia de dengue será tratado em regime de urgência e com prioridade em todos os órgãos municipais.


Além disso, o secretário Wilson Pollara explicou em uma coletiva de imprensa que, com o estado de emergência, contratações temporárias podem ser feitas para evitar que o déficit atual do quadro de pessoal permanente afete a prestação dos serviços à população de Goiânia.


Também confirmou serão ampliadas as ações de prevenção e combate ao Aedes aegypti, considerado vetor transmissor da doença. Como exemplo, menciona a compra de insumos e materiais e a contratação de serviços estritamente necessários ao atendimento da situação anormal, respeitando a legislação vigente.


Para o combate do mosquito, a prefeitura informou que adquiriu cerca de 8 mil armadilhas "In Care", que consistem em um dispositivo feito de plástico durável, que atrai as fêmeas do mosquito para depositar os ovos em um recipiente que contém larvicida e um fungo para contaminar os mosquitos durante a postura dos ovos.


Ao voarem para fora da armadilha, os insetos espalham as substâncias em outros criadouros, resultando na eliminação dos mosquitos contaminados.


A secretaria ainda contou que estão sendo feitas visitas domiciliares à população por parte dos Agentes de Combate a Endemias (ACEs) para orientar sobre as medidas para a prevenção.

6 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page