top of page

Goiás vive nova onda de Covid e registra quase 5 vezes mais casos que mesmo período de 2023, diz Saúde

A maior parte dos óbitos foi entre idosos. O avanço da doença e as festas de carnaval, preocupam a secretaria.



G1-Goiás

Aparecida de Goiânia faz mutirão para vacinar moradores contra a Covid-19 no fim de semana — Foto: Divulgação/Prefeitura de Aparecida de Goiânia




Goiás vive uma nova onda de aumento de casos de Covid-19, segundo a Secretária de Estado da Saúde (SES-GO). Entre janeiro e fevereiro deste ano, mais de oito mil pessoas foram infectadas e 14 morreram em decorrência de complicações da doença. A maior parte dos óbitos foi entre idosos. Já em 2023, de acordo com a SES, nas cinco primeiras semanas foram registrados 28.359 casos e 73 mortes.


De acordo com a SES-GO, se comparados os casos confirmados nas últimas cinco semanas de 2023 e as primeiras cinco semanas de 2024, houve um aumento de 389% nos registros de Covid-19, em Goiás. Já quando a comparação é feita entre as cinco de semanas deste ano com o mesmo período do ano passado, houve uma diminução de 70% nos registros da doença no estado.


O avanço da doença e as festas de carnaval, preocupam a secretaria, que reforçam as recomendações do Ministério da Saúde para prevenção da doença.


"Se a pessoa está com sintomas respiratórios, use máscara, evite locais com aglomeração de pessoas e, principalmente, a vacinação. Antes do carnaval procure um posto de saúde. Se não completou o esquema vacinal, complete", explica a Superintendente de Vigilância Sanitária em Saúde, Flúvia Amorim.

Com o aumento do número de casos, quatro cidades goianas cancelaram as festas de carnaval, são elas: Guapó, Itapuranga, Petrolina de Goiás e São Francisco de Goiás. Entretanto, importantes pontos turísticos do Estado devem receber milhares de pessoas nos quatro dias de festa.


De acordo com a superintendente, já é esperado um aumento no número de casos após os festejos de carnaval, porém, se a população se vacinar, não deve haver registro de casos graves.


Atualmente, segundo a SES-GO, apenas 77,39% da população recebeu as duas doses do imunizante que protege contra a doença e apenas 13,81% foi vacinada com a Bivalente, que protege contra as variantes da Covid.



35 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page