top of page

Goiás terá tempestades com ventos de até 60 km/h no fim de semana, diz Cimehgo

Centro Meteorológico do Estado (Cimehgo) destaca que, neste sábado (28), os municípios da Região Oeste poderão registrar até 60 mm de chuvas



O Popular

Volume de chuva em Goiás é maior que o aguardado (Foto: Ricardo Rafael/Arquivo O Popular)



O final de semana poderá ser marcado por tempestades em diversas regiões de Goiás, alerta o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado (Cimehgo). Conforme o boletim meteorológico, neste sábado (28) e domingo (29) haverá chuvas fortes que serão acompanhadas de rajadas de vento e raios.


Neste sábado (28), o destaque do Cimehgo é para os municípios da Região Oeste, que poderão registrar até 60 mm de chuvas. Eles são seguidos pelas cidades das regiões Norte, Leste e Sul com previsão de 45 mm, região Central, onde fica Goiânia, poderá ter 40 mm e, por fim, Sudoeste com 30 mm.


No domingo (29), somente a Região Leste poderá ter 45 mm de chuvas, Norte 40 mm, regiões Central e Sul com previsão de 30 mm, Oeste com 25 mm e, por último, Sudoeste com 20 mm. Durante o final de semana, a temperatura máxima poderá ser de 29ºC, mínima de 17ºC e umidade relativa do ar entre 55% a 95%.


O Cimehgo explica que essas pancadas de chuvas, que poderão ser localmente fortes, são provocadas pelas áreas de instabilidade formadas pela combinação do calor com a umidade. Por isso, emite um alerta de risco potencial de chuvas em formato de tempestades.


Ventos fortes


O gerente do Cimehgo, André Amorim, afirma que em Goiás as rajadas de ventos podem chegar a até 60 km/h. “Elas são rápidas, mas podem jogar árvores no chão, arrancar placas e gerar alguns transtornos por causa das chuvas”, disse. Riscos também foram alertados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).


André detalha os cuidados que precisam ser tomados durante as tempestades. “As pessoas devem dar preferência para viajar durante o dia. Começou a ter essas chuvas, é melhor procurar um lugar seguro e os motoristas devem evitar pegar o trânsito à noite e evitar locais de alagamento”, enfatiza.

8 visualizações0 comentário
bottom of page